Blog do FelipeBlog do Felipe

Como comprar e vender Mini Índice Bovespa na Bolsa de Mercadorias e Futuros

24 de julho de 2018 às 15:08 Por Postado em Blog do Felipe

Nos últimos artigos falamos sobre negociações de commodities e Dólar na Bolsa de Mercadorias e Futuros. Agora vamos saber mais sobre a negociação de Mini Índice Bovespa na Bolsa.

Graças ao ajuste diário e margem de garantia, podemos estar posicionados na compra, onde ganhamos dinheiro com a alta da cotação quanto na venda, onde ganhamos com a queda da cotação do ativo. Sempre lembrando que as negociações de Índice Bovespa na Bolsa são operações somente financeiras para se “protegermos” das oscilações dos preços.

Lembrando que o Índice Bovespa é o principal índice do mercado de ações brasileiro. Foi criado em 1968 e, ao longo desses 50 anos, consolidou-se como referência para investidores ao redor do mundo. É o mais importante indicador de desempenho médio dos ativos mais negociados e representativos do mercado de ações de nosso País.

É composto pelas ações e units exclusivamente de ações de companhias listadas na B3 que atendem aos critérios de inclusão descritos em sua metodologia, como liquidez, valor de mercado, governança, etc.

O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora para que possa ter acesso ao home broker, onde o investidor fica interligado diretamente na Bolsa de Mercadorias e Futuros.

Na bolsa, cada ativo a ser negociado possui um código de negociação, além de ser negociados em contratos. No caso do Índice, o código de negociação é o WIN (Mini Índice). O contrato de dólar foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta para gestão de risco de oscilação de preço, sendo utilizadas pelos participantes do mercado, gestoras, tesourarias, hedgers, tradings, especuladores, dentre outros players do mercado.

 

Objeto da negociação

Mini Índice Bovespa

 

Código de Negociação: WIN (MINI-ÍNDICE)

Tamanho do contrato: 20% do Índice Bovespa

Cotação: pontos de índice

Lote padrão: 1 contrato;

Data de Vencimento: Quarta-feira mais próxima do dia 15 do mês de vencimento

Meses de vencimento: Meses pares

Cálculo para ajuste diário: Cada ponto equivale a R$ 0,20 por contrato

Horários de negociação: 09:00 hrs até as 17:55 hrs. – Segunda a sexta

 

RESUMO

Características:

  • O preço do mini-índice é cotado em R$ 0,20 por ponto do Ibovespa. Exemplo: se o Ibovespa está em 65.000 pontos, cada contrato vale R$ 13.000.
  • Vencimentos nos meses pares do ano.
  • Código do mini-índice: WIN + mês de vencimento + ano. Exemplo: WINZ18 – Mini-índice com vencimento em dezembro de 2018.

 

Vantagens:

  • Instrumento para estratégia de proteção (hedge) contra exposição em renda variável.
  • Possibilidade de replicar o comportamento do índice sem ter o desembolso financeiro e os custos de transação do mercado a vista.
  • Utilizando-se o fator de correlação das ações com o próprio índice futuro, é possível realizar operações de proteção contra a volatilidade do mercado de ações, mesmo em quantidades diferentes da composição do índice.
  • Por meio de uma única operação, o investidor pode manter posições altamente líquidas sem negociar ações individualmente no mercado a vista.
  • Permite arbitragem entre o mercado a vista com ações ou ETFs.

 

Para abrir conta e ter acesso ao Home Broker, é só acessar o link abaixo.  Após a abertura de conta, um assessor entrará em contato para auxilia-lo da melhor forma.

Link para abertura de conta

Como comprar e vender Dólar na Bolsa de Mercadorias e Futuros

17 de maio de 2018 às 12:17 Por Postado em Agrícolas, Blog do Felipe

Nos últimos artigos falamos sobre negociações de commodities na Bolsa de Mercadorias e Futuros. Agora vamos saber mais sobre a negociação DÓLAR NA BOLSA.

Graças ao ajuste diário e margem de garantia, podemos estar posicionados na compra, onde ganhamos dinheiro com a alta da cotação quanto na venda, e onde ganhamos com a queda da cotação do ativo. Sempre lembrando que as negociações de dólar na Bolsa são operações somente financeiras para nos “protegermos” das oscilações dos preços.

O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora para que possa ter acesso ao home broker, onde o investidor fica interligado diretamente na Bolsa de Mercadorias e Futuros.

Na bolsa, cada ativo a ser negociado possui um código de negociação, além de ser negociados em contratos. No caso do dólar, o código de negociação é o WDO (Mini Dólar). O contrato de dólar foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta para gestão de risco de oscilação de preço, sendo utilizadas pelos participantes do mercado, como importadores, exportadores, tradings, dentre outros players do mercado.

O contrato de dólar é um dos mais negociados na Bolsa de Valores B3, o ativo subjacente é a taxa de câmbio de reais por dólar dos Estados Unidos da América, a principal moeda do mundo.

 

OBJETO DA NEGOCIAÇÃO

Taxa de câmbio de Reais por Dólar Comercial, transação PTAX800, cotação de venda apurada e divulgada pelo Banco Central do Brasil;

 

Código de Negociação: WDO (MINI DOLAR)

Tamanho do contrato: US$ 10.000,00 (10 mil dólares);

Cotação: Reais por US$ 1.000,00 com uma casa decimal;

Lote padrão: 1 contrato;

Data de Vencimento: Primeiro dia útil do mês de vencimento do contrato;

Meses de vencimento: Todos os meses

Cálculo para ajuste diário: Cada centavo é 100,00 de oscilação por contrato;

Horários de negociação: 09:00 hrs até as 17:55 hrs. – Segunda a sexta

 

RESUMO

Características:

– O preço do dólar é cotado em reais por 1.000 pontos. Exemplo: se o dólar está em R$ 3.200 – significa que cada dólar esta valendo R$ 3,20.

– cada contrato futuro de mini dólar é composto por US$ 10.000,00

– Vencimentos todos os meses do ano

– Código do Dólar é WDO + mês de vencimento + ano. Exemplo: WDOU18 (Dólar com vencimento em setembro de 2018).

 

VANTAGENS:

– Protege os exportadores e importadores contra oscilações indesejadas de preço (hedge);

– Possibilita alavancagem de posição;

– Transparência de preço nas negociações de plataforma eletrônica;

-Tende a respeitar os pontos gráficos;

– Fundamentos relacionados ao dia a dia do ativo.

 

Para abrir conta e ter acesso ao Home Broker, é só acessar o link abaixo.  Após a abertura de conta, um assessor entrará em contato para auxilia-lo da melhor forma.

CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO AO HOME BROKER

Como comprar e vender Café na Bolsa de Mercadorias e Futuros

19 de abril de 2018 às 16:59 Por Postado em Agrícolas, Blog do Felipe

Nos últimos artigos falamos sobre negociações de boi gordo, milho e soja no mercado futuro de commodities. Agora vamos saber mais sobre a negociação de café na Bolsa de Mercadorias e Futuros.

Graças ao ajuste diário e margem de garantia, podemos estar posicionados na compra, onde ganhamos dinheiro com a alta da cotação quanto na venda, onde ganhamos com a queda da cotação do ativo. Sempre lembrando que as negociações de café na Bolsa são operações somente financeiras para se “protegermos” das oscilações dos preços

O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora para que possa ter acesso ao home broker, onde o investidor fica interligado diretamente na Bolsa de Mercadorias e Futuros.

Na bolsa, cada ativo a ser negociado possui um código de negociação, além de ser negociados em contratos. No caso do café, o código de negociação é o ICF. O contrato de café foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta para gestão de risco de oscilação de preço, sendo utilizadas pelos participantes do mercado, como o produtor, a indústria, tradings, dentre outros players do mercado.

 

O PRODUTO:

O café é uma das principais commodities do país devido ao fato do Brasil ser um dos maiores produtores de café do mundo, sendo um player importante para essa commodity. O contrato foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta para a gestão de oscilação do preço, sendo utilizados pelos participantes do mercado, como: produtor, tradings, dentre outros.

OBJETO DE NEGOCIAÇÃO:

Café cru, em grão, de produção brasileira, coffea arábica, tipo 4-25, bebida dura ou melhor, para entrega no município de São Paulo – SP – Brasil

 

Código de Negociação: ICF

Tamanho do contrato: 1 contrato equivale a 100 sacas de café – 60kg

Cotação: Dólares por saca;

Lote padrão: 1 contrato;

Data de Vencimento: sexto dia útil anterior ao último dia útil do mês de vencimento;

Meses de vencimento: Março, maio, julho, setembro e dezembro;

Cálculo para ajuste diário: Cotação x 100 x Número de contratos x Dólar do dia

Horários de negociação: 09:00 hrs até 16:20 hrs – 17:05 até as 18:00 hrs (after Market)

 

RESUMO

Características:

– O preço do café é cotado por saca;

– Cada contrato futuro de café é composto por 100 sacas;

– Vencimentos nos meses de março (H), maio (K), julho (N), setembro (U), dezembro (Z);

Código do café é ICF + mês de vencimento + ano. Exemplo: ICFH18 (café com vencimento em Março de 2018).

 

Vantagens:

– Protege o produtor contra oscilações indesejadas de preço (hedge);

– Possibilita alavancagem de posição;

– Transparência de preço nas negociações de plataforma eletrônica;

– Tende a respeitar os pontos gráficos;

– Fundamentos relacionados ao dia a dia do ativo.

– Brasil é o maior produtor do mundo, estando os fundamentos mais próximos.

 

Para abrir conta e ter acesso ao Home Broker, é só acessar o link abaixo.  Após a abertura de conta, um assessor entrará em contato para auxilia-lo da melhor forma.

CLIQUE AQUI PARA TER ACESSO AO HOME BROKER

Como comprar e vender Boi Gordo na Bolsa de Mercadorias e Futuros

01 de março de 2018 às 19:50 Por Postado em Agrícolas, Blog do Felipe

Nos últimos artigos falamos sobre negociações de soja e milho no mercado futuro de commodities. Agora vamos saber mais sobre a negociação de boi gordo na Bolsa de Mercadorias e Futuros.

Graças ao ajuste diário e margem de garantia, podemos estar posicionados na compra, onde ganhamos dinheiro com a alta da cotação quanto na venda, onde ganhamos com a queda da cotação do ativo. Sempre lembrando que as negociações de boi gordo na Bolsa são operações somente financeiras, não tendo entrega física no vencimento.

O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora para que possa ter acesso ao home broker, onde o investidor fica interligado diretamente na Bolsa de Mercadorias e Futuros.

Na bolsa, cada ativo a ser negociado possui um código de negociação (artigo dos códigos), além de ser negociados em contratos. No caso do milho, o código de negociação é o CCM. O contrato de milho foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta para gestão de risco de oscilação de preço, sendo utilizadas pelos participantes do mercado, como o produtor, a indústria, tradings, dentre outros players do mercado.

O PRODUTO:

O Boi gordo é uma das principais commodities do país devido ao fato do Brasil ser um dos maiores exportadores de carne bovina do mundo. O contrato foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta  para a gestão de oscilação do preço, sendo utilizado pelos participantes do mercado, como o produtor, empresas de corte, tradings, dentre outros.

Objeto de negociação: Bovinos machos com 16 arrobas líquidas ou mais de carcaça e idade máxima de 42 meses.

Código de Negociação: BGI

Tamanho do contrato: 1 contrato equivale a 330 arrobas líquidas;

Cotação: Reais por saca;

Lote padrão: 1 contrato;

Data de Vencimento: Ultima sessão de negociação do mês de vencimento do contrato

Meses de vencimento: Todos os meses

Cálculo para ajuste diário: Cotação x 330 x Número de contratos

Horários de negociação: 09:00 hrs até 16:20 hrs – 17:05 até as 18:00 hrs (after Market)

 

RESUMO

Características:

– O preço do boi é cotado por arroba;

– Cada contrato futuro de boi é composto por 330 arrobas;

– Vencimentos todos os meses do ano;

Código do Boi Gordo é BGI + mês de vencimento + ano. Exemplo: BGIH18 (Boi Gordo com vencimento em Março de 2018).

Vantagens:

– Protege o produtor contra oscilações indesejadas de preço (hedge);

– Possibilita alavancagem de posição;

– Transparência de preço nas negociações de plataforma eletrônica;

-Tende a respeitar os pontos gráficos;

– Tende a seguir longas tendências;

– Fundamentos relacionados ao dia a dia do ativo.

 Para abrir conta e ter acesso ao Home Broker, é só acessar o link abaixo.  Após a abertura de conta, um assessor entrará em contato para auxilia-lo da melhor forma.

https://cadastro.xpi.com.br/passo/assessor/step1?assessor=A65006

 


Construindo carteiras diversificadas com previdência privada.

15 de janeiro de 2018 às 18:40 Por Postado em Blog do Felipe

A indústria de fundos no Brasil esta em grande ascensão nos últimos anos. Muitas gestoras de recursos independentes mostrando resultados, principalmente em fundos multimercados. Porém, com a discussão da reforma da previdência e a preocupação do brasileiro em formar reservas para o futuro, sem depender do governo, tem feito a previdência privada captar

Continue lendo

Consórcio é investimento?

15 de dezembro de 2017 às 15:49 Por Postado em Blog do Felipe

Sabemos que a modalidade de consórcio, para aquisição de bens, não é um investimento. Podemos associar o consórcio com o crédito. Utilizamos ele para substituir o financiamento na compra de produtos como carros, apartamentos, e até mesmo serviços, como um mestrado ou uma viagem.

A grande diferença – e aí mora a vantagem do consórcio em relação aos outros produtos de crédito – é o valor que pagamos de juros nos financiamentos em comparação com a taxa de administração dos consórcios. O valor da parcela, no consórcio, é menor.

Ouça o exemplo no áudio:

Continue lendo