Posts tagged "Livro One Up on Wall Street"

Grandes Investidores: Peter Lynch, O Diversificador

julho 9th, 2019 Posted by Blog do Eliseu 0 comments on “Grandes Investidores: Peter Lynch, O Diversificador”

Grandes investidores: Peter Lynch, o diversificador 

Quem vos escreve aqui é o Eliseu Mânica Júnior. Desde o início da minha jornada no mundo de investimentos procurei ler, estudar e buscar mais e mais conhecimento. Hoje, passados 15 anos, sigo aprendendo, mas posso garantir para vocês que o que mais me ajudou nessa caminhada, foi estudar o que os grandes mestres, os grandes nomes, grandes gestores de mercado fizeram e ensinaram. Por isso resolvi compartilhar com vocês, o que aprendi, através dessa série “Grandes Investidores”. Espero que os ajude, assim como esses ensinamentos têm me ajudado a ser um investidor melhor.

 

Peter Lynch – Biografia

Poucos sabem no Brasil, mas Peter Lynch é um dos maiores e mais conhecidos investidores de todos os tempos. Ele nasceu em 19 de janeiro de 1944, estando com 75 anos, atualmente. O que tornou-o conhecido foi ter sido o gestor de um Fundo chamado Magellan, que foi um dos maiores fundos da Fidelity (uma espécie de XP Investimentos, no Brasil).

Lynch começou a investir aos 11 anos. Um dos primeiros grandes investimentos de sucesso, ocorreu posteriormente com uma companhia de frete aéreo, chamada Flying Tiger, que ajudou-o a pagar a graduação. Ele fez também um Mestrado em Administração pela Wharton School of Business, na prestigiada Universidade da Pennsylvania, em 1968.

Com 25 anos ele teve o primeiro emprego como analista do setor têxtil e de metais, na Fidelity. Ele começou a gerir o Fundo em 1977, com 33 anos, deixando a gestão desse Fundo aos 46 anos, no ano de 1990. Inicialmente, o Fundo só podia comprar ativos domésticos dos EUA.

Sabe o que mais impressiona? O retorno anual composto que Lynch atingiu durante 13 anos, foi de 29,2% ao ano. Se para um ano, ainda mais nos Estados Unidos que possui uma taxa de juros baixa, imagine manter isso durante 13 anos. Nesse período, entre 1977 e 1990, o Fundo Magellan foi considerado um dos melhores do mundo, sendo que obteve retorno superior a 99,5% dos outros fundos, nos seus últimos 5 anos de Peter Lynch como gestor do Fundo. Outro fato que cabe ser ressaltado é que US$ 1 aportados em 1977, viraram US$ 28, em 13 anos.

Retorno do Fundo Magellan, que foi gerido por Peter Lynch, durante 13 anos:

Peter Lynch – Principais Ensinamentos

Os ensinamentos de Peter Lynch pode ser resumidos em quatro principais tópicos:

  1. Faça sua pesquisa: ao investir você deve ser um pesquisador nato. Visitar empresas, saber o diferencial, pessoas que estão trabalhado para o crescimento. Focar em empresas que não precisam de novas tecnologias é o ideal, mesmo em um mundo high tech. 
  2. Entenda a importância da diversificação: apesar de o Fundo de Peter Lynch chegar a ter mais de 1400 ações, estatísticamente, a diversificação começa a perde efeito a partir de 22-23 ativos. Opte por diversificar entre diferentes setores setores e se possível, diversifique entre países e ativos.
  3. Seja paciente: invista pensando no longo prazo. Investidores com pensamento no longo prazo, acabando pagando menos taxas, diferindo o imposto de renda e tendem a suportar as baixas do mercado melhor, não saindo do mercado em momentos nos momentos de melhor oportunidade. Todos esses detalhes, ajudam no trabalho dos juros compostos ao longo dos anos.
  4. Invista naquilo que você conhece: não apenas conhecer os produtos que a empresa investida vende, mas saber a situação financeira, planos de expansão, principais executivos, como está o setor em que atua a empresa investida, etc.

 

Peter Lynch – divisão das empresas dentro do Fundo Magellan 

Dentro do Fundo Magellan, Peter Lynch, dividiu as empresas que detinha em momentos que as mesmas passavam, classificando-as como Pequeno Crescimento, Confiáveis, Crescimento, Cíclicas, Turnarounds e Oportunidades.

Empresas de Pequeno Crescimento, eram as menos preferidas; já as Confiáveis, serviam como proteção ao portfólio de ativos, as de Alto Crescimento, tinham risco consideráveis, as Cíclicas, dependiam do momento econômico, Empresas Turnarounds, não performavam de acordo com as tendências de mercado e requeriam muito mais pesquisa e por últimos as oportunidades.

Warren Buffett comentou que ele era 85% Benjamin Graham e 15% Peter Lynch, mencionando que o pensamento ao investir-se em ações deve ser o de longo prazo, ignorando a flutuação de curto prazo, como Peter Lynch defendia. Para Lynch, era importante estar 100% investido em ações e não ter manter-se caixa.

Nas empresas que investia, Lynch procurar lucratividade, preço atraente e bom modelo de negócios. Também procurava com empresas com histórico de dividendos ininterruptos por 20 a 30 anos, sendo atraído também por empresas com dívidas baixas.

On a more general note, spin-offs, fast-growing companies in no-growth industry, companies producing goods with inelastic demand, companies with limited analyst coverage, low institutional share in the company, and companies with insider buying, are all potentially attractive.

Após 13 anos de gestão no Fundo Magellan, Peter Lynch deixou o Fundo em 1990. A riqueza atual dele é de US$ 352 millhões, passando a dedicar-se à filantropia e escrever livros, incluindo alguns best sellers, que coloco abaixo para seu conhecimento. Após a saída de um dos melhores gestores do mundo, o Fundo Magellan, nunca mais foi o mesmo, mostrando o diferencial de Lynch, como gestor.

Livros sobre Peter Lynch e investimentos:

link para o livro: O Jeito Peter Lynch de Investir

Link para o Livro Investindo em Ações no Longo Prazo

Link para o Livro Beating the Street 

Link para o Livro One Up on Wall Street

Link para o Livro Learn to Earn 

Um grande abraço!

Eliseu

FONTE: https://bugg.com.br/2019/06/21/grandesinvestidorespeterlynch/