Bolsa Americana: 06 Vantagens de Investir no Exterior

Existe uma verdadeira lista de vantagens que as ações da bolsa americana oferecem em relação à B3.

Sendo que a principal delas é a diversidade de ativos, com ETFs variados e ações das maiores empresas do mundo. E com as quais o investidor pode se tornar sócio facilmente sem precisar desembolsar muito.

O mercado norte-americano oferece maior liquidez e pode ser acessível mesmo com um capital menor, graças à possibilidade de comprar pequenas frações de ações.

Dessa forma, você não precisa desembolsar USD 250,00 para comprar uma ação do Facebook. Já pensou?

Veja a lista completa com as vantagens de investir na bolsa americana:

Alta liquidez

As bolsas americanas são as maiores do mundo, tanto em volume de negociações, quanto em porte das empresas que estão nesse mercado. Em primeiro lugar está a New York Stock Exchange (NYSE), seguida pela NASDAQ.

Imagine quantas movimentações acontecem todos os dias somando as duas bolsas?

Insira no mesmo cálculo companhias mundialmente conhecidas de diversas áreas de atuação como Microsoft, Walmart, Tesla, entre outras.

O resultado disso não poderia ser outro: alta liquidez. Quer fatos? Somente as transações de ações da Apple na bolsa americana correspondem a todo o volume de movimentação diário de todas ações da Bovespa juntas.

No Brasil, constam 353 empresas abertas, já no mercado americano esse número passa de 4 mil. Os Estados Unidos representam 35,11% do mercado de ações  mundial, enquanto o Brasil responde por apenas 2,31%.

Mercado de opções diversificado

Vale lembrar que as opções são uma forma bem avançada de investimento e que exigem maior conhecimento para investimentos bem sucedidos.

Com a gama de opções diversificadas na bolsa americana, é possível que o trader faça análises mais lucrativas. Os ganhos são bem altos e você consegue aplicar as estratégias aprendidas aqui no Brasil também no mercado norte-americano.

Menores custos e taxas

Diferente do Brasil, o mercado americano possui mais de uma bolsa, o que acaba causando certa competitividade e reduzindo os valores cobrados, sendo um atrativo para os traders.

Dessa forma, os custos sobre as negociações repassados à bolsa são bem menores.

Fundos de Investimentos (ETFs) mais interessantes

Os fundos de investimentos ou Exchange Traded Fund (ETF) ainda não alcançaram no Brasil a mesma popularidade que conquistaram nos Estados Unidos. Ao começar a investir na bolsa americana, verá que o mercado de ETFs funciona quase como uma outra Bolsa de Valores.

Com a vantagem de poder investir em dólares. Além disso, também é possível negociar fundos de renda fixa, índices de ações, commodities, volatilidade e muito mais.

Os ETFs podem ser uma boa estratégia para quem está começando a investir na bolsa americana e ainda não tem muito capital para movimentar.

Negociações 24 horas e plataforma em português

No Brasil o pregão de ações atualmente funciona das 10h às 17h, já os contratos futuros negociam das 9h às 18h. Na bolsa americana, as ações e opções podem ser negociadas 24 horas por dia, 6 dias por semana.

No entanto, a liquidez dos ativos permanece inalterada quando o pregão estiver fechado.

Outra vantagem é que o home broker é em português, ou seja, o inglês não será um fator impeditivo caso o idioma não seja o seu forte.

Fracionário do fracionário

No Brasil as ações geralmente são negociadas em lotes de 100. O trader pode entrar no mercado comprando um lote fracionado, contendo, por exemplo, 57 ações, mas a liquidez será bem menor.

Quando você decide investir na bolsa americana, verá que além do mercado fracionário, poderá comprar uma fração de ação. Isso significa que, se um papel custa US$ 100 e ele tem US$ 570, você pode comprar 5,7 ações.

E, com isso, você consegue investir em ações de empresas muito grandes, sem precisar comprar um lote inteiro.

Com isso, a barreira de entrada se torna ainda menor que no Brasil, mostrando que é possível investir na bolsa americana mesmo com pouco dinheiro.

Artigos relacionados

plugins premium WordPress