Ciclo de Vida Financeira: conheça as 3 etapas

As pessoas ficam impressionadas com o poder que o tempo e a rentabilidade podem fazer no dinheiro. Porém, um detalhe importante para fazer um bom aproveitamento dos juros compostos é entender as três etapas da vida financeira e seus ciclos.

Neste artigo vamos te explicar como funcionam os três ciclos da vida financeira que são: acumular, rentabilizar e preservar.

Mas antes de entendermos cada uma delas, vamos começar relembrando que a arte de poupar é deixar de consumir no presente para consumir em um futuro determinado por você, o investidor. Infelizmente, durante a infância e escola, não somos estimulados a ter educação financeira e muito menos a guardar aquele dinheiro para o futuro, só descobrimos a importância das finanças para nossa vida quando estamos com o orçamento negativo.

Agora, iremos compreender tudo a respeito de cada etapa, pronto para iniciar?

Acumular

Aqui é o momento de termo disciplina para formar a poupança, uma visão de longo prazo. Nessa primeira fase, a que chamamos de acumulação, é comum encontrarmos pessoas mais jovens com energia e tempo para acumular riqueza.

É a hora que você deve definir seus objetivos de forma clara, poupar regularmente parte da sua renda, assumir conscientemente riscos e fazer seguros de vida e de saúde. Esta é a principal fase para a construção de ativos que irão gerar renda futura, onde transformamos o nosso trabalho em reservas financeiras futuras.

Rentabilizar

Buscamos aplicações de maior rentabilidade. Nessa segunda fase, devemos adotar uma atitude mais conservadora, evitando correr riscos em demasia, pois não temos tempo para se recuperar de uma eventual perda expressiva em nossos investimentos.

Nesse cenário, nós  poupadores teremos montado uma boa carteira de investimentos, criado na primeira fase de acumulação, e agora buscando um melhor aproveitamento, levando em consideração, diversificação, risco e rentabilidade.

Preservar

Na última fase, que é da preservação e utilização dos recursos, caso obtiver êxito nas fases anteriores, poderá usufruir tranquilamente da renda oriunda dos seus recursos acumulados ao longo da vida, como forma de aposentadoria.

Nessa fase, você buscará preservar sua carteira de investimentos em aplicações conservadoras, buscando viver apenas com os rendimentos obtidos na fase de acumulação e rentabilização.

É fundamental sabermos em qual ciclo nos encontramos, para a nossa carteira de investimentos seja montada pelo planejador financeiro levando em consideração o objetivo, o tempo, a segurança e a rentabilidade.

Na juventude, assumir riscos juntamente com o hábito de poupar e investir pode ser uma estratégia interessante. Na meia-idade, já buscamos investimentos mais conservadores, mas com uma melhor rentabilidade.

Tudo isso, para que na terceira etapa da preservação, possamos desfrutar de uma melhor qualidade de vida, que é a lógica das finanças pessoais e investimentos: deixar de consumir no presente para desfrutar no futuro.

Quer saber um pouco mais sobre investimentos entre em contato conosco ou marque um horário com os nossos especialistas em investimentos que irão ter o prazer em ajudá-lo.

Artigos relacionados

plugins premium WordPress