Como comprar e vender milho na Bolsa de Valores

Nos últimos artigos falamos sobre algumas regras do mercado futuro de commodities como Margem de Garantia e o Ajuste Diário. Agora vamos mais a fundo, entrando em detalhes de como se negocia contratos de Milho na Bolsa de Mercadorias e Futuros.
Graças ao ajuste diário e margem de garantia, podemos estar posicionados na compra, onde ganhamos dinheiro com a alta da cotação, quanto na venda, onde ganhamos com a queda da cotação do ativo.

Importante: as negociações de milho na Bolsa são operações somente financeiras, não tendo entrega física no vencimento.

O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora para que possa ter acesso ao home broker, onde o investidor fica interligado diretamente na Bolsa de Mercadorias e Futuros.
Na bolsa, cada ativo a ser negociado possui um código de negociação (veja aqui o post sobre os códigos), além de ser negociados em contratos. No caso do milho, o código de negociação é o CCM.
O contrato de milho foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta para gestão de risco de oscilação de preço. Ele é utilizado por diversos participantes do mercado, como o produtor, a indústria, tradings, dentre outros players.

O produto

O milho é usado pela indústria para produzir diversos produtos como o óleo vegetal, o farelo, a farinha, o fubá e o creme para o setor alimentício.



Como a produção de milho no Brasil conta com diferentes locais de cultivo, a produção garante a oferta em boa parte do ano. No entanto, a grande parte das negociações acontece nos períodos de safra e entressafra.

Objeto de negociação

Milho em grão a granel, amarelo, de odor e aspectos normais, em bom estado de conservação, livre de bagas de mamona, bem como de outras sementes prejudiciais, e de insetos vivos, duro ou semiduro, proveniente da última safra e de produção brasileira, em condições adequadas de comercialização e próprio para consumo animal; e com (a) até 14% de umidade; (b) máximo de 1% de impurezas na peneira de 3mm; (c) máximo de 6% de grãos ardidos ou brotados e livres de grãos mofados; (d) máximo de 12% de grãos quebrados, partidos ou chochos.

Curso Mercado Futuro
Clique para acessar o ‘Curso Online’

Código de Negociação

Tamanho do contrato: 1 contrato equivale a 450 sacas de 60 kg líquidos (equivalentes a 27 toneladas métricas de milho em grão a granel);
Cotação: Reais por saca;
Lote padrão: 1 contrato;
Data de Vencimento: Dia 15 do mês do vencimento;
Meses de vencimento: Janeiro, março, maio, julho, agosto, setembro e novembro;
Cálculo para ajuste diário: Cotação x 450 x Número de contratos
Horários de negociação: 09:00 hrs até 16:20 hrs – 17:05 até as 18:00 hrs (after Market)

RESUMO

Características

  • O preço do milho é cotado em reais por saca;
  • Cada contrato futuro do milho é composto por 450 sacas;
  • Vencimentos em janeiro (F), março (H), maio (K), julho (N), agosto (Q), setembro (U) e novembro (X);
  • Código do milho é CCM + mês de vencimento + ano. Exemplo: CCMF18 (Milho com vencimento em janeiro de 2018).

Vantagens

  • Protege o produtor contra oscilações indesejadas de preço (hedge);
  • Possibilita alavancagem de posição;
  • Transparência de preço nas negociações de plataforma eletrônica;
  • Tende a respeitar os pontos gráficos;
  • Tende a baixa volatilidade;
  • Fundamentos relacionados ao dia a dia do ativo.

Para abrir conta e ter acesso ao Home Broker, é só clicar no botão abaixo.

Após a abertura de conta, um assessor entrará em contato para auxilia-lo da melhor forma.

VEJA TAMBÉM

→ Como comprar e vender SOJA na Bolsa de Valores.

→ Margem de Garantia: o grande diferencial do mercado futuro.

→ O que é o Ajuste Diário feito na Bolsa?

→ Mercado Futuro movimenta até 200 bilhões de dólares por dia.

Artigos relacionados