Como comprar e vender soja na Bolsa de Mercadorias e Futuros

Nos últimos artigos falamos sobre algumas regras do mercado futuro de commodities como Margem de Garantia e Ajuste Diário. Agora vamos mais a fundo. Entramos nos detalhes de como se negocia contratos de Soja na Bolsa de Mercadorias e Futuros.
Graças ao ajuste diário e à margem de garantia, podemos estar posicionados na compra – onde ganhamos dinheiro com a alta da cotação – ou na venda – onde ganhamos com a queda da cotação do ativo.
Sempre lembrando que as negociações de Soja na Bolsa são operações somente financeiras, não tendo entrega física no vencimento.

O primeiro passo é abrir uma conta em uma corretora para que possa ter acesso ao home broker, onde o investidor fica interligado diretamente na Bolsa de Mercadorias e Futuros.

Na bolsa, cada ativo a ser negociado possui um código de negociação. No caso do Soja, existem dois códigos que podem ser negociados (SFI – Soja com liquidação financeira na Bolsa e SJC – Soja que seguem os preços do grão em Chicago).
O contrato de soja foi desenvolvido com o objetivo de ser uma ferramenta para gestão de risco de oscilação de preço, sendo utilizado pelos produtores rurais, bem como a indústria, as tradings, dentre outros players do mercado.

Algumas características da commodity

A produção de soja atende toda uma cadeia de diversos produtos acabados derivados do farelo e do óleo, provenientes do processamento do grão. Ambos, farelo e óleo, são insumos para a cadeia de alimento animal, saúde, uso industrial e a produção de biodiesel.



Historicamente, o período de safra no Brasil é percebido entre meses de janeiro a junho. Já a entressafra, no segundo semestre do ano, é quando normalmente se observa uma baixa oferta de grãos ao mercado.

Características técnicas

  • Objeto de negociação: Soja em grão granel tipo exportação, com os seguintes limites máximos – 14% de umidade, 1% de matérias estranhas e impurezas; 30% de quebrados; 8% de esverdeados; 8% de avariados, dos quais se permite até 6% de grãos mofados, até 4% de grãos ardidos e queimados, sendo que esse último não pode ultrapassar 1%; 18% de conteúdo de óleo
  • Código de Negociação: SFI – Soja financeira ou SJC – Soja que seguem os preços da Bolsa de Chicago. Os dois contratos possuem liquidação financeira no vencimento.
  • Tamanho do contrato: 1 contrato equivale a 450 sacas de 60 kg líquidos (equivalentes a 27 toneladas métricas)
  • Cotação: Dólares dos Estados Unidos da América por saca
  • Lote padrão: 1 contrato
  • Data de Vencimento: 2º dia útil anterior ao mês de vencimento.
  • Meses de vencimento: março, abril, maio, junho, julho, agosto, setembro e novembro.
  • Cálculo para ajuste diário: Cotação x Dólar x 450 x Número de contratos
  • Horários de negociação: 09:00 hrs até 16:20 hrs – 17:05 até as 18:00 hrs (after Market)

Resumo:

Geral

  • O preço da soja é cotado em U$ por saca.
  • Cada contrato futuro de soja é composto por 450 sacas.
  • Vencimentos nos meses de março (H), maio (K), junho (N), agosto (Q), setembro (U) e novembro (X).
  • O contrato mais líquido é frequentemente no mês de maio (K).
  • Código de soja: SJC + mês-de-vencimento + ano | Exemplo SJCK16 – Soja com vencimento em maio de 2016

Vantagens

  • Tende a respeitar os pontos gráficos.
  • Tende a boa volatilidade.
  • Fundamentos relacionados ao dia a dia do ativo.

Para abrir conta e ter acesso ao Home Broker, é só acessar ESSE LINK.
Após a abertura de conta, um assessor entrará em contato para auxilia-lo da melhor forma.

LEIA TAMBÉM:

Margem de Garantia: o grande diferencial do Mercado Futuro →

Códigos de Negociação nos Contratos de Mercado Futuro →

Mercado Futuro Movimenta até 200 bilhões diariamente →

Artigos relacionados