Ibovespa avança aos 112 mil pontos com Petrobras e Vale descolando o índice de NY

O Ibovespa bateu máxima de 112.136,50 pontos apoiado por suas ações peso-pesado, em especial Petrobras, que já avança cerca de 3%, afastando o índice dos 110 mil pontos da abertura (110.909,69). Há pouco, a bolsa paulista subia 0,91% (111.923,02) em dia de petróleo ganhando 3% devido ao dólar mais fraco (DXY -0,44%, 106,349), estoques baixos e otimismo com a recuperação da demanda chinesa. Já NY oscila antes dos comentários do presidente do Fed, Jerome Powell. Dow perde 0,27% e o S&P -0,08%, mas Nasdaq sobe 0,37% sustentada por ações como Tesla (+1,74%), que reportou o dobro de vendas. O investidor quer sinais do BC sobre a desaceleração no ritmo de aumentos das taxas de juros, além de uma avaliação da saúde geral.

A disposição ao risco foi brevemente impulsionada por queda nos rendimentos nas Notes de 2 e 10 anos, depois que o relatório ADP, à frente do payroll na 6ªF, sugeriu que a demanda por mão de obra está esfriando em meio ao aperto.

Mas os dados estão mistos e podem corroborar um Fed mais duro: a 2ª prévia do PIB mostrou crescimento a 2,9%, acima do esperado (+2,7%). No câmbio, o dólar vai e vem ante o real em dia de formação da Ptax. A moeda cedia há pouco 0,04%, a R$ 5,2856 e os juros futuros voltaram a cair.

Artigos relacionados

plugins premium WordPress