Investidor com R$ 200 mil pode estar deixando de ganhar mais de R$ 70 mil no longo prazo

A busca por rentabilidade é importante para todos os investidores, mas os efeitos podem ser ainda mais claros para quem tem uma quantia elevada investida.
Uma simulação feita no site InfoMoney mostra que um investidor de R$ 200 mil aplicados em CDB oferecido por grande banco pode estar deixando de ganhar quase R$ 20 mil em apenas dois anos.
Se colocarmos mais no longo prazo, em um período de uma década, essa diferença pode chegar a mais de R$ 70 mil. O CDB é um dos produtos mais populares na renda fixa, mas a maioria dos brasileiros ainda investe por meio dos grandes bancos, o que significa que há uma grande parcela de investidores aplicando em produtos de baixa rentabilidade.

Esse valor de R$ 70 mil poderia ser usado para comprar um carro novo, planejar algumas viagens pelo mundo com a família, poupar para pagar os estudos dos filhos ou até mesmo reaplicar e ganhar ainda mais dinheiro.

Confira a simulação para um investimento de R$ 200 mil em CDB na imagem que ilustra esse post.
A simulação foi feita com base em um CDB a uma taxa de 90% do CDI, o que é muitas vezes superior ao que os grandes bancos oferecem para os investidores, comparando-o a produtos semelhantes oferecidos por instituições financeiras independentes.
Os CDBs oferecem a vantagem de contar com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) para valores até R$ 250 mil aplicados por CPF e por instituição financeira. Essa é a mesma garantia oferecida para as aplicações na Poupança, e significa que o investidor receberá o dinheiro acrescido da rentabilidade mesmo que a instituição financeira que emitiu o CDB enfrente problemas financeiros.
Na prática, o que ocorre é que é possível melhorar significativamente a rentabilidade dos investimentos em CDB sem aumentar o risco.
O aplicativo do Central do Investidor também faz simulações comparadas à poupança. Faça o Download gratuito aqui →
Fonte: InfoMoney

LEIA TAMBÉM:

Custos e Taxas nos investimentos →

Com que eu devo investir →

3 Grandes mitos sobre a profissão de Assessor de Investimentos →

Receita para escolher um fundo de investimentos →

Artigos relacionados