Lucro das empresas da Bovespa tem crescimento de 29% no terceiro trimestre de 2017.

Os dados da Economatica são em comparação com o mesmo período de 2016. Somente cinco setores da amostra registram prejuízo.
Para o levantamento foram consideradas todas as empresas que apresentaram seus balanços à CVM até o dia 15 de novembro de 2017. Os resultados do terceiro trimestre da JBS e CSN não são considerados no levantamento por não estarem disponíveis na fonte primária CVM até as 18 horas do dia 15 de novembro.

Sem Vale S.A., Transmissão Paulista, Petrobras, Oi, AmBev, PDG e Dommo.

O levantamento inicial foi efetuado sem as empresas Vale S.A., Transmissão Paulista, Petrobras, Oi, AmBev, PDG e Dommo já que a variação do lucro dessas empresas no período analisado é muito elevada e distorce o estudo geral das empresas.
O lucro acumulado de 299 empresas no terceiro trimestre de 2017 é de R$ 32,3 bilhões, valor 29% superior ao do mesmo período de 2016, quando as mesmas empresas registraram R$ 25,0 bilhões de lucro. O setor com maior lucro acumulado no terceiro trimestre de 2017 com 21 instituições é o de Bancos. Com R$ 14,8 bilhões o setor de Bancos registra crescimento de lucro de R$ 1,41 bilhões ou 10,5% entre 2017 e 2016. O segundo setor mais lucrativo é o de Energia Elétrica com R$ 2,7 bilhões. Em 2016 o setor acumulou R$ 2,81 bilhões de lucro, o que denota uma queda de 3,8% em relação a 2016.
Dois setores têm prejuízo consolidado no terceiro trimestre de 2017. O setor de Construção com 21 empresas registra o maior prejuízo com R$ 381 milhões. O setor de Comércio com R$ 337,5 milhões é o segundo setor com maior prejuízo nominal. Dos 25 setores avaliados, cinco setores têm queda de lucratividade no terceiro trimestre de 2017 com relação ao mesmo período de 2016. O setor de Comércio com 18 empresas é o que tem a maior queda de lucratividade com R$ 304 milhões. No terceiro trimestre de 2016 o setor registrou prejuízo de R$ 33,5 milhões contra prejuízo de R$ 337,5 milhões no ano de 2017.

O resultado considerando Vale S.A., Transmissão Paulista, Petrobras, Oi, AmBev, PDG e Dommo.

306 empresas da Bovespa, considerando as sete empresas excluídas na primeira análise, registraram lucro de R$ 14,9 bilhões no terceiro trimestre de 2016 contra R$ 38,0 bilhões do terceiro trimestre de 2017, crescimento de R$ 23,1 bilhões ou 154,5% com relação a 2016.
O elevado crescimento de lucratividade/prejuízo no terceiro trimestre de 2016 e 2017 das empresas Vale S.A., Transmissão Paulista, Petrobras, Oi, AmBev, PDG e Dommo distorce a amostra geral.

As empresas mais lucrativas no terceiro trimestre de 2017

A Vale S.A. registra o maior lucro líquido no terceiro trimestre de 2017 com R$ 7,14 bilhões, crescimento de R$ 5,3 bilhões com relação ao mesmo período de 2016, quando a empresa registrou R$ 1,84 bilhões. A segunda empresa mais lucrativa é o Itau/Unibanco com R$ 6,07 bilhões.
Entre as vinte empresas mais lucrativas no terceiro trimestre de 2017 o setor que mais se destaca na lista é o de Bancos, com cinco instituições. Seis empresas entre as mais lucrativas do terceiro trimestre de 2017 registram queda de lucratividade entre 2016 e 2017.
Veja abaixo a lista com as vinte empresas mais lucrativas no terceiro trimestre de 2017.

Curso de Introdução à Bolsa de Valores
Clique na Imagem

Os maiores prejuízos do terceiro trimestre de 2017

A Dommo é a empresa com o maior prejuízo no terceiro trimestre de 2017 com R$ 1,79 bilhões. O setor de Construção tem sete empresas entre as 20 empresas com maiores prejuízos no terceiro trimestre de 2017, Energia Elétrica tem quatro empresas.
Veja abaixo a lista com os 20 maiores prejuízos no terceiro trimestre de 2017.

Artigos relacionados