Milionário e independente com R$ 50 mil iniciais

Começar a montar a reserva financeira não é uma tarefa fácil, requer planejamento, atitude e disciplina. Neste artigo trarei algumas informações de uma estratégia vencedora no longo prazo que pode trazer a independência financeira em alguns anos para quem quiser executá-la.
Trataremos neste artigo sobre uma estratégia com fundos imobiliários. Para quem não conhece fundos de investimentos imobiliários ou FII são constituídos como condomínios fechados e investem em empreendimentos imobiliários como shoppings centers, edifícios comerciais, galpões industriais, hospitais, etc. Os retornos de um FII se dão pela valorização da cota ao longo do tempo e por meio de distribuição de resultados do fundo. Essa distribuição de resultados seria o aluguel pago pelo inquilino ou a venda de parte de um ativo do fundo que gere lucro. Essa distribuição é isenta de imposto de renda para pessoa física.
A estratégia em questão leva em conta um patrimônio inicial de R$ 50.000,00 investidos em FII´s, focando em fundos que paguem acima de 0,85% ao mês isento de IR e esse aluguel é reinvestido novamente comprando mais cotas do fundo que rende nesse patamar. Nesse estudo levei em conta um reajuste anual pela inflação dos alugueis de 5,5%. Não levei em conta os custos de corretagem, pois varia de cada corretora, porém é importante incluirmos para buscarmos um resultado mais detalhado. Mesmo assim o resultado chama muita atenção.
Valor inicial aplicado: R$ 50 mil reais
Rendimento da cota: 0,85% ao mês
Reajuste médio Anual dos alugueis: 5,5%
O aluguel é reaplicado em fundos com rentabilidade de 0,85% ao mês que se consegue tranquilamente neste momento de taxa de juros elevadas.
Na tabela abaixo, consta o acumulo de patrimônio ano a ano, reinvestindo os alugueis mensalmente na compra de mais cotas que, consequentemente, geram mais alugueis.

Ano 1          55.316,45
Ano 2          61.501,51
Ano 3          68.659,66
Ano 4          76.939,48
Ano 5          86.516,75
Ano 6          97.630,26
Ano 7        110.481,27
Ano 8        125.474,91
Ano 9        142.910,80
Ano 10        163.099,72
Ano 11        186.486,17
Ano 12        213.718,76
Ano 13        245.440,84
Ano 14        282.403,40
Ano 15        325.449,22
Ano 16        375.309,11
Ano 17        433.765,29
Ano 18        501.939,18
Ano 19        581.450,93
Ano 20        674.202,43
Ano 21        776.644,60
Ano 22        890.803,39
Ano 23     1.023.992,08

A estratégia se torna muito interessante porque não há realização de aportes mensais sem ser dos rendimentos dos fundos imobiliários. Mais aportes fariam com que essa curva buscasse R$ 1.000.000,00 em menos tempo.
Outro detalhe interessante desta forma de investimento é que o capital chega a dobrar no sétimo ano de aplicação, gerando um Preço/Lucro de 7, que torna o investimento mais atrativo. No 12º ano, o valor quadruplica-se se os reajustes anuais dos fundos chegarem a 5,5% ao ano.
Para concluir, essa forma de investir em fundos imobiliários é muito atrativa e de risco moderado, já que uma gestão ativa e um bom acompanhamento da carteira de FII trazem bons resultados com o tempo e de uma forma tranquila e prática. No mercado físico, investir em prédios de alto padrão com R$ 50.000,00 é algo difícil de acontecer. Já neste mercado, isso é possível. De início o ideal é planejar uma carteira com no máximo 20% de alocação em fundos imobiliários e com o tempo e experiência, busca-se uma maior porcentagem. O exemplo foi dado com valor inicial de R$ 50.000,00, para se ter uma base que não é difícil chegar ao primeiro milhão, mas poderia ser feito com qualquer valor.
Quem gostou da estratégia e quer mais informações sobre o produto, além de receber a planilha de simulação para comprovação dos dados informados, é só entrar em contato pelo e-mail felipe@experato.com.br ou pelo fone 55 3313 1992.

Artigos relacionados