Momento atual é fantástico para investimento em renda fixa.

Aumento na conta dos combustíveis e energia elétrica. Disparada do dólar. Nos últimos meses o Brasil tem enfrentado uma onda de situações que afetam a estabilidade não somente interna, mas externa. Tudo isso diminui a previsibilidade para a criação de negócios, a confiança do consumidor e com a alta do dólar aumenta ainda mais a perspectiva da inflação. Com uma inflação acima do previsto, uma das alternativas para o seu controle é a elevação dos juros por parte do Governo. Atualmente, nossa taxa Selic encontra-se em 12,75%, a maior taxa dos últimos seis anos e, com previsibilidade de chegar a perto de 14% ao ano, eis que a inflação ainda não está controlada.
Ganhando com a alta dos juros
E como ganhar com a alta dos juros? Investimentos atrelados à inflação e investimentos pós-fixados, que hoje estão pagando em torno de 1,04% ao mês, líquidos de imposto de renda e com garantia e segurança total do Fundo Garantidor de Crédito são os mais indicados. Se confirmada a Selic de 14% ao ano, esses investimentos passarão a render 1,13% ao mês, líquidos de imposto de renda. Já temos investimentos prefixados, investindo conosco, pagando 13,4% ao ano e 1,11% ao mês, líquidos de imposto de renda e com prazo de dois anos. Isso é muita coisa, pois ao se investir em poupança o rendimento médio é de 0,6% ao mês, ou seja, um investimento em renda fixa posfixada, pode rentabilizar até 65% a mais, com mesma segurança e garantia, friso.
Poupança em época de inflação alta
Cabe ressaltar que em épocas de inflação alta, a poupança não traz proteção alguma, ao contrário, em alguns anos inclusive, a poupança perdeu para inflação, ou seja, o investidor perde o poder de compra ao aplicar em poupança. Em outros investimentos pós-fixados, com a elevação dos juros para controlar a inflação, a expectativa de aumento na rentabilidade protege da inflação. Hoje, temos a oitava maior taxa de juros do mundo e agindo assim, aproveitando essas taxas escolhendo e comparando melhores rentabilidades, é agir de modo mais inteligente nos investimentos se adequando ao cenário atual.
Investimento em imóveis como alternativa não é indicada
Alguns podem pensar sobre investimentos em imóveis, porém devido ao fato da elevação extrema nos últimos cinco anos, passaremos por uma acomodação nos preços, inclusive nos primeiros três meses de 2015, o valor do preço dos imóveis rendeu menos que a inflação, perdendo poder de compra. Acredito que isso de modo geral irá continuar e com juros acima de 1% ao mês líquidos, não acredito ser vantagem a sua compra.
Segurança de outros investimentos de renda fixa, similares à poupança

Convém lembrar que investimentos pós-fixados que rentabilizam até 65% mais que a poupança, como CDBs, LCI/LCAs têm a mesma garantia e segurança da poupança, sendo garantida pelo Fundo Garantidor de Crédito.
Gostou do artigo, quer mais informações sobre esses investimentos e saber como atingir uma rentabilidade até 65% maior que a poupança (com a mesma garantia e segurança) é só entrar em contato pelo e-mail eliseu@experato.com.br ou pelo fone 55 3313 1992.
Consultor de Investimentos e CEO da Experato Ag. Aut. Investimentos (www.experato.com.br);
Empreendedorismo na Babson College – Babson International Program for Development of Entrepreneurs, Executives and Shareholders-EUA-2013
POS-MBA/MASTER em Governança Corporativa e Valuation, pela BI International (São Paulo-SP);
MBA em Mercado de Capitais pela FGV;
Aprovado pela Associação Nacional de Corretoras (ANCOR), Certificado de Especialista de Ativos – Anbima (CEA); CPA-20, Conteúdo Brasil (CB) e Conteúdo Técnico (CT) do Certificado Nacional dos Profissionais de Investimento (CNPI-T) e Membro da Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais.

Artigos relacionados