Você ainda vai ter um planejador financeiro

Semana passada ganhou repercussão o esquema ocorrido em São Francisco de Assis, em que um ex-bancário da Cidade foi acusado de dar um golpe de cerca de R$ 25 milhões, sendo veiculada matéria no Fantástico (você pode saber mais aqui e aqui). Ele prometia retornos de 2,5% ao mês, sem especificar direito onde seria investido o dinheiro e alocando o capital em sua própria conta, assinando promissórias e sem qualquer garantia ou caução.

A cada período de tempo, golpes similares a esse são de conhecimento da sociedade, gerando medo em investidores. Por outro lado, cada vez mais há velocidade da informação, a diminuição de custos em transações, mais segurança e melhorias para o setor de investimentos. Como lidar com investimento desonesto e investimentos corretos, com maior segurança e melhorias, diferenciando o que é inseguro das melhorias do que é moderno e seguro?
Uma dessas melhorias no setor de investimentos é o investimento através de um planejador financeiro, realizados através de corretoras. Um financial advisor é o profissional que o ajuda a investir melhor, sem qualquer vínculo a um banco, gestora ou investimento, apenas focando e atuando nas suas necessidades de investimento. Abaixo são demonstradas algumas características do investimento via corretoras e via planejador financeiro.
Uma das maiores corretoras do Brasil, é a Xp Investimentos, que teve início em Porto ALegre, há mais de 15 anos.
Plataforma de investimentos
Por estar morando nos Estados Unidos momentaneamente, buscando conhecer mais sobre investimentos e evoluir, consigo verificar as tendências, antes de se tornarem realidade no Brasil. No setor de investimentos não há apenas uma tendência, mas sim uma realidade no mundo todo!
Em termos de negócios, ampliando a visão, todos os grandes negócios, são plataformas de distribuição, unindo o consumidor e produtores, os chamados B2C e B2B.
Pense na maior frota de táxis do mundo: Uber! Ela é uma plataforma que liga quem precisa de “carona” e pessoas que querem dar essa carona. Pois bem, ela é uma plataforma!
Pense na maior empresa de alugueis de imóveis do mundo: Airbnb. Ela é uma plataforma!
Pense em comprar músicas, ebooks pela internet: Apple Store ou Google Play. Ela são uma plataforma!
Agora, pense na maior empresa de varejo do mundo, que vende de livros a entregas de supermercado: Amazon! Ela é uma plataforma!
No Brasil temos o Submarino, Net Shoes, EasyTaxi, todas plataformas!
Nos investimentos não é diferente. Através das plataformas de investimentos estão disponíveis não apenas o produto de um banco, mas de vários bancos (cerca de 30 bancos) e gestoras com mais de 400 fundos. Tudo isso em um único ambiente, uma plataforma, disponível para comparar, verificar e escolher (ou ser assessorado para escolher, sem custos a mais por isso, o investimento mais condizente com o seu perfil).
Nessa plataforma, a abertura de cadastro é gratuito, sem taxa de abertura de conta, sem taxa de manutenção, como nos bancos tradicionais. Sim, gratuito! E de onde um planejador financeiro retira a remuneração? De qualquer investimento realizado, paga-se um spread (um pequeno percentual) independentemente de onde você aplicar. Sendo assim, o compromisso do planejador financeiro é com você, pois o investidor é o chefe e não a marca A ou B, como em um banco, onde este que paga o profissional do passado.
Já notou que o número de agências de bancos, estão diminuindo? Além de ser um movimento de digitalização e corte de custos, esse fato que já ocorreu em outras partes do mundo e, corrobora com o movimento de desbancarização ou a procura por investimentos fora dos meios tradicionais.
Nos investimentos não é diferente. As plataformas de investimentos, também são a melhor opção e começaram a ganhar corpo há 15 anos, no Brasil. A figura abaixo mostra esse movimento:
Nos Estados Unidos, 98% dos investimentos são feitos via planejadores financeiros que trabalham com plataformas de investimentos. Apenas 2% dos investimentos são feitos via banco, do modo que é no Brasil.
Já no Reino Unido, 74% dos investimentos são feitos via plataformas de investimento. Índia 57%. Coreia do Sul 50%. Brasil 1% dos investimentos feitos via plataformas de investimentos. Como visto isso está mudando e vai mudar.
Investimento com segurança
O ser humano caminha em constante evolução e aprendizagem e, nos negócios isso não é diferente. Segurança é importante, ainda mais em investimentos. Ao contrário do que ocorreu em São Francisco de Assis, cujo ex-bancário alocava os recursos captados na conta pessoa jurídica ou na própria conta pessoal, os investimentos em plataformas de investimentos são realizados na conta, com o CPF ou CNPJ do investidor e em nome dele, em uma conta na corretora pessoal e instranferível, sendo realizado tudo de maneira segura.
Para passar ainda mais credibilidade, quando o investidor quer resgatar o capital investido, o dinheiro só pode retornar para a mesma conta cadastrada e para mesmo CPF/CNPJ do investidor. É impossível transferir para outro CPF ou CNPJ. Isso é muito mais seguro que o meio tradicional, em que é possível transferir para diversas contas e CPFs, caso por exemplo, você perca sua senha ou alguém obtenha de modo menos correto.
Transparência
Em uma plataforma de investimentos e com a assessoria de um planejador financeiro, estão disponíveis investimentos em renda fixa, fundos, ações, seguros e previdência. Todos os retornos estão lá, disponíveis a poucos cliques de você, independentemente de onde esteja.
Um especialista ao seu lado
Quando você tem um problema de coração, você consulta um cardiologista. Problema no sistma nervoso: neurologista. Possível problema nos olhos: oftalmologista. O que eles têm em comum? São todos especialistas! Por que deveria ser diferente com o seu dinheiro e seus possíveis sonhos? Investimentos devem ser tratados por especialistas e, esse especialista é o planejador financeiro. Através dele, é possível verificar qual o investimento mais indicado para você; não apenas de uma marca, mas com várias marcas, trazendo liberdade, segurança, conhecimento e rentabilidade para você.
Uma plataforma ganha-ganha
Na evolução dos investimentos pessoais, via plataforma, todos ganham e vou lhe mostrar isso. Você ao realizar um investimento empresta para o banco que paga um retorno sobre esse capital. Via plataforma de investimentos isso não é diferente. Os bancos (a matriz e não as agências) têm parceria com essas plataformas, pois o dinheiro captado via essas plataformas é mais barato. Os bancos não precisam usar de sua infraestrutura, atendimento, o custo da porta giratória, o custo da segurança, custo do “cafezinho”, enfim todos os custos que o banco têm numa agência física, inexistem ou são diminuídos, no caso de uma plataforma.
Além do ganho de captação do banco, que usa uma plataforma de terceiros para captar e é assim que ocorre há anos, nos Estados Unidos e outros países do mundo, há o ganho do cliente. O cliente tem em uma plataforma, muito mais opções para investir, sem precisar sair de casa e possuindo poder de decisão.
Outra parte que ganha com as plataformas de investimento, são os próprios planejadores financeiros pessoais. Por não estarem ligados à uma única instituição, têm mais autonomia, liberdade, opções e transparência, para indicar o melhor para o cliente, ao contrário do meio tradicional, em que apenas produtos de uma única bandeira são oferecidos.
Casos como o ocorrido em São Francisco do Sul (que não tem nada a ver como é feito um investimento via plataforma de investimentos) servem como um alerta, mas não devem deixar de frear a evolução e a busca por mais segurança e maior retorno nos investimentos. Informação, esclarecimento e transparência, são as melhores opções para dirimir dúvidas e estar ao lado de quem as têm atualmente, é o que mais gera valor no mundo atual.
 
 
 
 
 
 

Artigos relacionados