Ajuste Diário no Mercado Futuro

No último artigo falamos sobre margem de garantia como possibilidade de alavancagem no mercado futuro de commodities.
Neste artigo, iremos falar sobre o ajuste diário, que é o mecanismo de equalização de todas as posições no mercado futuro.
O ajuste serve para que todos iniciem o dia “zerados”. Os participantes recebem seus lucros e pagam prejuízos. Dessa forma, diminui-se o risco de inadimplência e se fortalece a saúde do mercado.
Através desse mecanismo tanto a conta do comprador quanto a do vendedor do contrato são ajustadas diariamente (creditada ou debitada). É importante salientar que não é preciso vender o contrato para receber esse ajuste.

Exemplo de Ajuste Diário

1º Dia – Compra de 1 contrato futuro de boi a R$ 90,00 na segunda-feira de manhã e o mercado fechou em R$ 91,00 (preço de ajuste).
Então R$ 91,00 – R$ 90,00 = 1,00 x 330 arrobas = R$ 330,00 a ajuste positivo na sua conta
2º Dia – Na terça-feira o pregão fechou a R$ 93,00.
Então R$ 93,00 – R$ 91,00 (ajuste anterior) = R$ 2,00 x 330 arrobas = R$ 660,00 creditado na conta.
3º Dia – Na quarta-feira o mercado teve uma queda, fechando o contrato de boi gordo a R$ 92,00
Então R$ 92,00 – R$ 93,00 = R$ -1,00 x 330 arrobas – R$ -330,00 debitado na conta.
4º dia – Na quinta-feira, o mercado teve uma reagida e o investidor decide vender o contrato de boi gordo a R$ 94,00
Então R$ 94,00 – R$ 92,00 = R$ 2,00 x 330 arrobas – R$ 660,00 creditados na sua conta.



Nas commodities cotadas em dólar o ajuste diário deve ser multiplicado pelo dólar do dia, transformando o ajuste em moeda corrente nacional.
O ajuste diário é outra vantagem desse mercado que chama atenção de muito investidores, onde no outro dia das negociações, as contas dos compradores e vendedores são creditadas e debitadas. No próximo artigo entraremos em mais detalhes sobre cada contrato negociado nessa modalidade de investimento.
Abaixo selecionei um trecho da aula do meu curso sobre mercados futuros.

Artigos relacionados