A Tecnologia e o Mercado Financeiro

As tecnologias tem avançado cada vez e nos ajudado numa série de atividades de nosso dia a dia e agora começam a adentrar o mercado financeiro para nos ajudar em nossos investimentos, em operações de crédito e agilizar nosso dia a dia.
Quando se fala de intelgência artificial, muitas vezes gera algum tipo de receio, e em alguns casos vem a mente à famosa “Skynet”, inteligência artificial que vira do mal no filme “Exterminador do Futuro”, na prática, a inteligência artificial ajudará os bancos, gestores de recursos não só a investir melhor os recursos de terceiros, mas ajudará também a reduzir custos e tornar as operações das empresas mais rentáveis.
Hoje em dia diversos bancos e gestores de recursos já olham para a tecnologia como sua grande aliada, e começam a olhar para a inteligência artificial como mecanismo para maior assertividade de investimentos, melhorias de execução de ordens de compra e venda de ativos e até mesmo para identificar melhor seu perfil de investimentos e ajudá-lo a poupar seu dinheiro.
No Brasil, diversos bancos começam a olhar para este nicho, enquanto algumas iniciativas já começam a surgir, principalmente nos “robot advisors”, que são basicamente inteligências artificiais que ajudam a melhor identificar seu perfil de investimentos e alocar seus recursos, além de ajudar-nos na busca de melhores oportunidades de investimentos.
Para gestores de recursos por exemplo, a tecnologia hoje permite que sejam analisados grandes quantidades de dados (noticias, redes sociais, sites, blogs, etc.) para ajudar na tomada de decisão de onde alocar os recursos. Peguemos um exemplo. Imagine que você, leitor, tem que alocar uma carteira de investimentos de “x” milhões de reais, em um momento de mercado turbulento, e que é bastante incerto para os próximos meses (algo parecido com o que temos projetado para 2018).



Para tomar uma decisão mais assertiva buscamos ler o maior número possível de jornais, relatórios, reports, balanços, etc. E se tívessemos um mecanismo que nos ajuda a filtrar todas essas informações, projeta um percentual de retorno estimado para uma carteira de investimentos, e que, caso haja algum evento que faça o cenário mudar, já sugerisse e, com sua autorização, executasse o rebalanceamento das carteiras para você? Isso já existe no mercado, e tudo isso graças a tecnologia.
Alguns fundos de investimentos estão automatizando cada vez mais as estratégias de investimentos, evitando assim o fator “emoção” nos investimentos, criando estratégias mais assertivas e buscando maximizar os retornos para os investidores, calculando diversos cenários e buscando alcançar a máxima eficiência na relação risco x retorno nas carteiras, tudo isso através de algoritmos e de inteligência artificial, que viabilizam estes cálculos e ajudam os “robôs” a informar as melhores opções para nossos investimentos. Definitivamente a tecnologia virou uma grande aliada dos gestores e dos investidores e chegou para ficar, cabe a nós entender como podemos nos beneficiar destas novas iniciativas e tecnologias.

LEIA TAMBÉM

→ O que esperar para 2018? E como se preparar para o que pode vir

→ As maiores altas dos últimos 20 anos

→ TLP – A nova taxa de juros nacional

→ Volume da Bovespa é equivalente ao do Facebook

Disclosure

Este relatório foi preparado pela equipe de análise de investimentos da Experato Investimentos. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Experato Investimentos.
Este relatório é distribuído somente com o objetivo de prover informações e não representa uma oferta de compra e venda ou solicitação de compra e venda de qualquer instrumento financeiro. As informações contidas neste relatório são consideradas confiáveis na data de sua publicação. Entretanto, as informações aqui contidas não representam por parte da Experato Investimentos garantia de exatidão dos dados factuais utilizados. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Este produto é indicado, sobretudo, a investidores cujo perfil haja sido definido como Moderado, Dinâmico, Arrojado, de acordo com a Política de Suitability empregada.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste material, limitadas às companhias objeto de sua análise, nos termos do art. 17 da Instrução CVM 483:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste material refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação a demais empresas do Grupo Experato.
A remuneração do(s) analista(s) de investimento está, direta ou indiretamente, influenciada pelo resultado proveniente dos negócios e operações financeiras realizadas pela Experato Investimentos.

Artigos relacionados